As Atividades Complementares consistem na participação em eventos, tais como: seminários, palestras, semanas acadêmicas, conferências, atividades culturais, atividades de iniciação científica.

A disciplina estuda e analisa as formas contemporâneas de gestão no âmbito das organizações públicas e privadas e o planejamento como instrumento essencial de gestão. Discute o uso da liderança no espaço organizacional. Funções de administração e planejamento em órgãos de administração pública, empresas e organizações da sociedade civil. Elaboração, coordenação, execução e avaliação de programas e projetos na área social.

Redimensionamento da profissão ante as transformações societárias: condições e relações de trabalho e espaços ocupacionais. O contexto sócio-político e econômico do Mundo, América Latina e Brasil, a partir da década de 80 até os dias atuais. A construção do projeto profissional do Serviço Social. Os projetos societários da classe trabalhadora. O projeto societário do capital. O movimento sócio histórico e as demandas tradicionais e emergentes na sociedade brasileira colocadas à profissão.

As diferentes expressões da questão social na realidade local, regional e nacional. A questão social e a relação do Estado e da Sociedade Civil. A relação dialética entre o aporte teórico e a dinâmica conjuntural-estrutural da realidade regional e nacional. O trabalho profissional, instituição e usuários. Estudo/diagnostico para formulação de propostas de intervenção.

Implementação do processo de investigação, orientação e sistematização dos dados coletados. Elaboração preliminar do relatório de pesquisa e comunicação dos resultados. Fornecer aos alunos os instrumentos necessários para que possa organizar e sistematizar seus conhecimentos, a partir de leituras e estudos de textos, que lhe permitirão realizar um trabalho prático de pesquisa em Serviço Social.