A disciplina tem como propósito apresentar a homem como uma questão capital da antropologia na filosofia geral; destacando as concepções fundamentais acerca do homem no pensamento ocidental: antropologia clássica e antropologia moderna.

A discussão da linguagem como universo dos signos e lugar da constituição da ideologia. Orientações do pensamento filosófico a respeito do estudo da linguagem. O signo na História da Filosofia, indo de Platão ao pós-estruturalismo. Semiótica francesa e americana. As categorias de signo de Pierce. A virada linguística da filosofia. A linguagem como instrumento textual da cultura humana.

Ambiente de orientação do TCC 2

Discussão do contexto econômico, social e político da Idade Contemporânea até as concepções propostas por Henri Bergson e Dilthey. As origens históricas da fenomenologia e o idealismo alemão, temas ligados à fenomenologia de Hegel. Caracterização da filosofia de Merleau Ponty e dos estudos da consciência de Edmund Husserl. Discussão do marxismo e sua herança, com apresentação de Marx e de críticas posteriores, passando pelo materialismo histórico e dialético da Alemanha e da URSS, pelo marxismo de Gramsci e pela Escola de Frankfurt. Apresentar a conjuntura contemporânea frente aos modelos existencialistas de Heidegger e Sartre.