Conceitos da Ciência e do Conhecimento, dos Fundamentos Epistemológicos da Prática Científica e da Pesquisa. Referências Bibliográficas. AsNormas da ABNT. Metodologia da elaboração de Projetos de Pesquisa.

Os novos tempos têm-nos obrigado a uma revisita às práticas educativas com as quais mantemos ou mantivemos contato, em nossas vidas escolares. Muitas vezes enfrentamos situações para as quais definitivamente não temos resposta, pois os paradigmas se multiplicam na mesma velocidade em que as transformações sociais se sucedem. O que vale hoje, já não vale amanhã. Entretanto, alguns de nossos referenciais sobre o que ensinar foram tão solidamente reforçados que por vezes nos negamos até a um questionamento de sua validade.

Não há dúvidas de que subjacente à composição dos currículos escolares articula-se um projeto de sociedade que todos, à medida que somos formados pelas escolas, ajudamos a construir. Ao não se questionarem as práticas educativas, apenas reproduzindo-as, também se acaba reproduzindo um modelo social desgastado, minado, por exemplo, pela violência ou pela corrupção, para destacar apenas o que a imprensa nos revela todos os dias.

Os meios de produção mudaram, as relações de trabalho mudaram. Urge, então, que a escola também efetue as mudanças requeridas, para atender a demanda emergente cujo perfil requer muito mais que a mera transmissão de conteúdos.  Nesse contexto, inserem-se a aprendizagem e o desenvolvimento de competências no contexto escolar que passamos a explorar.

Nossa reflexão recai predominantemente sobre os ensinamentos de Zabala; Arnau (2010) e Perrenoud (2000) que trataram respectivamente das competências referentes aos alunos e aos professores.  

Desejo-lhe um excelente percurso por nossas aulas que foram elaboradas  com a única finalidade de enriquecer o seu conhecimento.